Publicidades

Notícias

Governo de Rondônia investe R$ 1,3 milhão na qualificação profissional dos servidores da Saúde

Os avanços do setor de Saúde em Rondônia, a melhoria da classificação do Estado no ranking nacional e a busca do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) por mais qualidade no atendimento foram destacados pelo secretário estadual de Saúde, Williames Pimentel, durante abertura da aula inaugural do Curso de Especialização e Aperfeiçoamento em Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, realizada no auditório da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), nessa quarta-feira (29) em Porto Velho.

 

O curso terá a duração de 10 meses e é realizado pela parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o Ministério da Saúde (MS) e governo de Rondônia. A medida é mais uma iniciativa do governo federal como estratégia de apoio à estruturação de uma rede de gestão do Trabalho e da Educação na Saúde no Brasil. A parceria com a UFRN faz parte do programa de educação permanente implantado pelo governo de Rondônia.

 

No total, 69 profissionais de Rondônia foram selecionados para o curso. Serão três turmas: uma com oito alunos para a classe de aperfeiçoamento e duas de pós-graduação com 30 e 31 alunos selecionados. A seleção contemplou todas as cidades polos do Estado.

 

Williames Pimentel afirmou que, apenas em 2014, o governo de Rondônia, por intermédio da Sesau, fechou o ano com mais de 500 profissionais que atuam na assistência a pacientes graves capacitados com manejo adequado, seguindo normas técnicas internacionais. No total, foram investidos R$ 1,3 milhão, com recursos próprios, para a qualificação profissional.

 

Segundo o secretário, a iniciativa do governo tem como meta a busca pela melhoria dos serviços oferecidos à população atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e, consequentemente, a valorização dos servidores.

 

COMPROMISSO

 

Williames Pimentel destacou o compromisso do governo com servidores durante seu discurso na aula inaugural. “O investimento na capacitação de servidores resulta em impactos positivos na assistência aos pacientes usuários do Sistema Único de Saúde”, pronunciou.

 

Desde a implantação do programa de educação permanente, 11 cursos foram oferecidos para profissionais da Saúde de diversas áreas.

 

Decom

*Os comentários aqui postados são de responsabilidade de seu autor e não refletem a opinião do portal.

Publicidades

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

© 2018 - Correio Pimentense - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por dilsoWEB - Soluções em Websites