Publicidades

Notícias Educação

MEC diz que site do Fies voltará 'em breve' e quer vagas com qualidade

Do G1, em São Paulo

O secretário-executivo do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, disse nesta segunda-feira (26) que o site do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que está em manutenção, vai voltar a funcionar "em breve" e garantiu que o governo vai conversar com as entidades particulares de educação superior "dentro do pressuposto da qualidade".

As faculdades questionam a nova exigência de uma pontuação mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os estudantes terem acesso ao financiamento de cursos.

Até 2014, não havia nota mínima, bastava fazer o Enem. Desde a mudança da regra, em 29 de dezembro do ano passado, o site para cadastro no Fies está fora do ar.

Costa afirmou que o ministro da Educação, Cid Gomes, exige qualidade no ensino oferecido aos alunos. "Temos de ter muita atenção para que tenhamos mais oportunidades na educação superior com esse pressuposto da qualidade", disse.

Queda nas matrículas
Com a exigência de nota mínima no Enem, as universidades privadas dizem que a quantidade de matrículas pode cair em até 20%. Por isso, eles estão tentando derrubar a medida na Justiça.

“Está restringindo o acesso do aluno, desse encontro entre aluno e instituição privada, para realizar o acesso a educação desse aluno”, afirmou o advogado Diego Muñoz, que representa a Federal Nacional dos Estabelecimentos de Ensino Particulares (FENEP), em entrevista à TV Globo (veja vídeo acima).

O Ministério da Educação diz que as mudanças nas regras são para melhorar a qualidade do ensino no país.

Site em manutenção
O MEC informou que a página do Fies na internet deve voltar a funcionar o quanto antes, mas não definiu um prazo. O ministério garante que ninguém ficará prejudicado.

Site do Fies está em manutenção, sem data para a reabertura de novos cadastros (Foto: Reprodução/Fies)Site do Fies está em manutenção, sem data para a reabertura de novos cadastros (Foto: Reprodução/Fies)

Costa disse que o MEC já fez o site com o resultado do Sisu e vai preparar os aprovados no Prouni na semana que vem. Em seguida, a equipe técnica vai por no ar o novo site do Fies.

O Fies paga de 50% a 100% da mensalidade, dependendo da renda da família. Os pedidos ao programa de financiamento podem ser feitos em qualquer época do ano.

No ano passado, o governo gastou R$ 9 bilhões com o Fies.

*Os comentários aqui postados são de responsabilidade de seu autor e não refletem a opinião do portal.

Publicidades

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

© 2017 - Correio Pimentense - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por dilsoWEB - Soluções em Websites